Evolução do padrão monetario no Brasil

Quando os portugueses aqui chegaram, no reino de D. Manuel I, o Venturoso, a moeda era o valioso pau-brasil, cortado e carregado pelo índios, em troca de espelhos, miçangas, facas e outros utensílios domésticos.
No início da colonização, chegaram as moedas portuguesas e, depois, as espanholas. com as invasões dos franceses e holandeses, vieram outras moedas européias. Apesar da multiplicidade de moedas, elas eram insuficientes para atender às necessidades da Colônia. Boa parte das negociações até o século XIX ainda era feita por meio de trocas por produtos como açúcar, algodão, couro, cacau, fumo e aguardente.

A primeira Casa da Moeda do Brasil foi inaugurada em 1694, em Salvador, para cunhar os réis portugueses, em cobre e depois em ouro, já no reinado de D. João V (1706 - 1750), em pleno ciclo do ouro brasileiro. Veio a independência, mas só no Segundo Império surgiu o primeiro sistema monetário próprio. O real (réis, no plural), mais conhecido como mil-réis, foi a moeda oficial até 1942.

Em 1693 foram cunhadas as primeiras moedas genuinamente brasileiras, moedas essas de 640, 320, 160 e 80 réis (o plural de real pode ser réis ou reais, como hoje) a exceção da época em que a Companhia da Índias Ocidentais, empresa Holandesa de capital privado que obteve do Rei de Portugal a concessão para explorar o território Brasileiro, mais especificamente parte do nordeste, circulou no Brasil o Florim, moedas essas de formato quadrado, cunhadas em ouro e prata.

O comércio naquela época era realizado através do escambo, de prata e ouro em estado virgem, e moedas de países da Europa e países vizinhos do Brasil que já tinham suas moedas.

DENOMINAÇÃO

SÍMB.

VIGÊNCIA

PARIDADE

REAL: Período Colonial até 07/10/1833. O plural de REAL era RÉIS.

MIL RÉIS: Vigorou a partir do Segundo Império. Um conto de réis corresponde a 1.000.000 réis.

O antigo Real circulou no Brasil até 1942, quando através do Decreto-Lei nº 4.791, de 05/10/42 foi implantado o Cruzeiro (Cr$) com a paridade de 1.000 réis = 1,00 cruzeiro.

R

Rs

até 07/10/1833

08/10/1833 a 31/10/1942

R 1$2000 = 1/8 de ouro de 22K

R 2$5000 = 1/8 de ouro de 22K

CRUZEIRO: Em 1942, com a inflação durante a 2ª Guerra, o Real vira Cruzeiro e 3 zeros são cortados.

Em 1964 a fração centesimal do Cr$, denominada centavo foi extinta pela Lei 4.511 de 01/12/64.

Cr$

01/11/42 a 12/02/67

1.000 réis =

1 cruzeiro

CRUZEIRO NOVO: Com a inflação, o poder de compra do Cruzeiro é corroído, mais 3 zeros são cortados.

Em 1967 com base do Decreto-Lei nº 1 de 13/11/65 e Resolução do Banco Central nº 47, de 13/02/67 foi criado o Cruzeiro Novo (NCr$) com a paridade de 1.000 cruzeiros = 1,00 cruzeiro novo.

NCr$

13/02/67 a 14/05/70

1mil cruzeiros =

1 cruzeiro novo

CRUZEIRO: Em 1970 o Cruzeiro Novo volta a ser chamado de Cruzeiro.

Com base na Resolução do Banco Central nº 144, de 31/03/70 o Cruzeiro Novo passou a denominar-se Cruzeiro (Cr$).

Em 1984 a fração centesimal do Cr$ criado em 31/03/70, foi extinta a partir de 16/08/84 com a promulgação da Lei nº 7.214 de 25/08/84.

Cr$

15/05/70 a 27/02/86

1 cruzeiro novo =

1 cruzeiro

CRUZADO: Em 28/02/86 o Plano Cruzado corta 3 zeros da moeda, que passa a se chamar Cruzado.

Em 1986 com base no Decreto-Lei nº 2.283 de 27/02/86 foi criado o Cruzado (Cz$) com a paridade de 1.000 cruzeiros = 1,00 cruzado. (Logo no início do Império foram cunhadas algumas moedas no Brasil que se popularizaram com o nome de cruzados, que na realidade eram moedas de 100, 200, 400, 800 e 1.200 réis que em 1.848 foram substituídas por moedas de frações centesimais e que vigoram até o final do Império).

Cz$

28/02/86 a 15/01/89

1mil cruzeiros =

1 cruzado

CRUZADO NOVO: Em janeiro/89, o Plano Verão congelou os preços, cria o Cruzado Novo e corta 3 zeros.

Em 1989 com base na Medida provisória nº 32, de 15/01/89, convertida na Lei nº 7.730, de 31/01/89 foi criado o Cruzado Novo (NCz$) com a paridade de 1.000 cruzados = 1,00 cruzado novo.

NCz$

16/01/89 a 15/03/90

1mil cruzados =

1 cruzado novo

CRUZEIRO: Em março/90, O Presidente Collor bloqueia as aplicações financeiras e a moeda volta a ser o Cruzeiro.

Em 1990 com base na Medida provisória nº 168 de 15/03/90, convertida na Lei nº 8.024 de 12/04/90 foi criado o Cruzeiro (Cr$) com a paridade de 1,00 cruzado novo = 1,00 cruzeiro.

Cr$

16/03/90 a 31/07/93

1 cruzado novo =

1 cruzeiro

CRUZEIRO REAL: Em agosto/93, a moeda fica sem 3 zeros novamente e vira Cruzeiro Real. Nos 11 meses de sua existência, o cruzeiro real acumulou uma inflação de 3700%

Em 1993 com base na Medida Provisória nº 336, de 28/07/93, convertida na Lei nº 8.697 de 27/08/93, e Resolução do Banco Central nº 2.010 de 28/07/93 foi criado o Cruzeiro real (CR$) com a paridade de 1.000,00 cruzeiros = 1,00 cruzeiro real.

CR$

01/08/93 a 30/06/94

1000 cruzeiros =

1 cruzeiro real

REAL: Em julho/94, o Presidente Itamar Franco cria o Real, cujo plural é Reais. Antes que entrasse em circulação, passou a vigorar uma unidade de conta, não de troca, chamada URV - Unidade Real de Valor, com variação diária. A economia era estimulada a usá-la como referência. Quando a URV chegou a 2750 cruzeiros reais, a nova moeda, REAL, entrou em vigor.

Em 1994 com base nas Leis nºs 8.880, de 25/05/94, e 9.069, de 29/06/95 foi criado o Real (R$) com a paridade de 2.750,00 cruzeiros reais = 1,00 real.

R$

01/07/94 a ...

2.750 cruz. reais =

1 real



FÓRMULAS DE EQUIVALÊNCIA EM RELAÇÃO AO REAL
onde X é a moeda a ser convertida (para o programa Excel):
________________________________________
1- RÉIS (... a 10/1942) PARA REAL : =(X/1000^5)/2750
2- CRUZEIRO (11/1942 a 02/1967) PARA REAL : =(X/1000^4)/2750
3- CRUZEIRO NOVO E CRUZEIRO (03/1967 a 02/1986) PARA REAL : =(X/1000^3)/2750
4- CRUZADO (03/1986 a 01/1989) PARA REAL : =(X/1000^2)/2750
5- CRUZADO NOVO E CRUZEIRO (02/1989 a 07/1993) PARA REAL : =(X/1000)/2750
6- CRUZEIRO REAL (08/1993 a 06/1994) PARA REAL : =(X/2750)
Obs: Se de 01/94 a 06/94 os valores informados forem em URV, estes deverão ser convertidos em Cruzeiros reais para serem usados na fórmula acima.

Curtir no Facebook

Joalheiros.NET

Escola de Joalheria e Ourivesaria
Av. República Argentina, 452 ● Curitiba ● PR
(41) 3342-5554 ● WhatApp 41 99115-5222