Topázio

Active Image Há algum tempo atrás eram denominadas topázios todas as gemas amarelas e de cor castanho-dourada; na Antigüidade, inclusive as gemas verdes eram assim denominadas. O nome – topázio – é proveniente da ilha Zerbiget no Mar Vermelho (a antiga Topazos).

As cores raramente são fortes, a mais freqüente sendo o amarelo com tonalidade avermelhada; a mais apreciada é a rósea. Os topázios da Sibéria empalidecem à luz solar. As pedras brutas não devem ser experimentadas em sua dureza devido ao perigo de clivagem. Deve-se tomar cuidado durante a lapidação e montagem, pela mesma razão. Ele é atacado pelo ácido sulfúrico.

Nas jazidas primárias, sua rocha-matriz é o pegmatito; nós o encontramos também em jazidas secundárias, aluvionárias. Os produtores atuais mais importantes são: Brasil (Minas Gerais, Espírito Santo), Sri-Lanka, Birmânia e Urais, Transbaikal. Existem jazidas em todo o mundo: Austrália, Japão, Madagascar, México, Nigéria, Zimbabue, Namíbia, e EUA.

As pedras coloridas são talhadas em lapidação esmeralda (em degraus) e tesoura, as incolores em brilhante. Os topázios com inclusões desordenadas são lapidados em cabochões. Ele pode ser confundido com: apatita, água-marinha, berilo, brasilianita, crisoberilo, citrino, diamante, fluorita, berilo dourado, kunzita, ortoclásio, fenacita, rubi, safira, espinélio, turmalina e zircão.

Outras dificuldades na identificação são criadas por causa das pedras tratadas por aquecimento: topázios amarelos tornam-se róseos, incolores ou azuis. Como, no comércio, a variedade de quartzo citrino e a variedade de ametista, tornada amarela por aquecimento são falsamente chamadas de “topázio dourado”, “topázio Madeira” ou “topázio Rio Grande”, costuma-se, às vezes, chamar de verdadeiro topázio de “topázio precioso”.

Curtir no Facebook

Joalheiros.NET

Escola de Joalheria e Ourivesaria
Av. República Argentina, 452 ● Curitiba ● PR
(41) 3342-5554 ● WhatApp 41 99115-5222